Resenha: Retroage Code lifting área dos olhos da Valmari

A Valmari era uma daquelas marcas que eu conhecia de nome mas que eu nunca tive contato. O meu primeiro contato com a marca foi na Beauty Fair, mas como toda a feira de beleza, foi super rápido, tumultuado e meio sem foco. Não consegui dar aquela atenção especial que eu gosto quando conheço uma marca nova, então não rolou aquela identificação logo no primeiro contato, sabe? Mas daí eu recebi uns produtos da marca pra testar e comecei com o gel creme lifting para a área dos olhos da linha Retroage Code.

retroage-code-gel-creme-lifting-area-dos-olhos-valmari-resenha resenha-retroage-code-gel-creme-lifting-olhos-valmari

Para quem também não conhece, a Valmari é uma marca brasileira, que começou nos anos 80 com manipulação de fórmulas e aos poucos migrou para dermocosméticos com formulação pronta para os consumidores finais. Hoje a marca tem lojas físicas espalhadas por todo o país e além de ter produtos para consumidores finais, muitas profissionais também utilizam a marca nos seus consultórios.

O Retroage Code lifting tem uma embalagem com 15g de produto e um design super bacana que já facilita na aplicação. O aplicador já tem o formato para massagear a área dos olhos (olheiras e pálpebras). Para liberar o produto, basta encaixar o dedo na parte traseira do aplicador e empurrá-lo para baixo. A quantidade ideal de creme para aplicação nos dois olhos já é obtida.

O creme é leve, um pouco gelatinoso e com leve (beeem leve mesmo) cheirinho cítrico (por conta da vitamina C na fórmula). O efeito lifting realmente acontece por conta dessa textura gelatinosa, após a aplicação a pele fica um pouco peguenta e dá pra sentir uma leve esticada até a secagem total.

valmari-resenha-gel-creme-lifting-olhos-retroage-code aplicador-retroage-code-valmari-lifting-olhos retroage-code-lifting-area-dos-olhos-valmari-creme

Segundo a marca o Retroage Code proporciona firmeza das pálpebras, elevação palpebral, redução de rugas e linhas da região dos olhos e tratamento para bolsas e olheiras. Me animei ao começar usar e ter esse apelo porque recentemente descobri que minhas bolsas estão ali no meu rosto por conta de flacidez na região.

É um produto de fácil aplicação, não precisa ter contato com a mão (o que diminui as chances de contaminação), mas como a aplicação é feita direto no rosto, o recomendado é sempre fazer isso com a pele limpa. E após cada aplicação eu sempre dou uma limpadinha no bico com um papel higiênico.

Além de vitamina C o rpoduto também conta com várias tecnologias desenvolvidas pela Valmari como um blend de óleos essenciais para hidratação da região com propriedades antiinflamatórias, um derivado da flor de romã que estimula a produção de colágeno e Niacinamida – B3 que uniformiza o tom da pele.

ingredientes-retroage-code-valmari

Depois de algum tempo de uso constante dá pra perceber que a pele da área dos olhos está em melhor condições, principalmente por conta da hidratação que já disfarça super as linhas finas (e ajuda a maquiagem a ficar mais bela). O fator flacidez é solucionado e visível de maneira sutil a cada aplicação mas não tem efeito permanente. Se o seu caso for uma flacidez super avançada, não espere milagres (daí talvez seja interessante falar com a sua dermatologista para verificar o melhor tratamento).

Depois de testar esse hidratante rolou uma ligação com a marca que me querer conhecer um pouquinho mais e testar outros produtos.

O Retroage Code Gel Creme Lifting para área dos olhos custa em média R$139 e dá pra compras nas lojas físicas da Valmari. Se você quiser saber os endereços, dá pra pesquisada no site da marca.

Resenha: Retroage Code li...

A Valmari era uma daquelas marcas que eu conhecia de nome mas que eu nunca tive contato. O meu prime...
Leia Mais

Resenha: Gold Eyetech Eye Sculpt Serum da Guerlain

A gente sabe que os produtos da Guerlain são muito refinados, mas o Gold Eyetech Eye Sculpt Serum tem um quê de realeza. Esse sérum para definir a área dos olhos tem um aplicador nada modesto banhado a ouro.

gold-eyetech-eye-sculpt-serum-guerlain resenha-gold-eyetech-eye-sculpt-serum-guerlain

São 15 ml de produto, numa embalagem de bisnaga com a ponteira que encaixa direitinho no formato dos olhos. O aplicador de ouro tem como finalidade preservar uma baixa temperatura para desinchar a área, melhorar a absorção e também preservar a higiene.

O Gold Eyetech Eye Sculpt Serum possui ativos provenientes da mel, que contém agentes desintoxicantes e reparadores. A marca sugere um ritual de massagem de 5 minutos com o sérum. Dentro da caixa vem um manual explicando todos os passos que misturam movimentos circulares, verticais, pressão em vários pontos que abragem a área das olheiras até acima das sobrancelhas. O sérum funciona como o antiidade e também para facilitar o deslize durante os processos.

O resultado da massagem é visível e bem significativo logo na primeira aplicação, principalmente se você fizer ao acordar (quando a área ainda está bem inchada). O inchaço desaparece a a pele fica radiante, a ponteira gelada ajuda a acalmar a pele.

gold-eyetech-eye-sculpt-serum ingredientes-gold-eyetech-eye-sculpt-serum

A recomendação é usar de manhã e a noite como creme para área dos olhos. O sérum é bem leve, com aquele cheiro de riqueza que só os produtos da Guerlain tem. É preciso de uma quantidade razoável de produto para conseguir deslizar a ponteira para massagear durante os 5 minutos indicados. Após a aplicação, sempre limpo o aplicador com um papel para remover qualquer resíduo.

O Gold Eyetech Eye Sculpt Serum é uma experiência relaxante e descongestionante para área dos olhos. Como a sua fórmula apresenta ativos anti age, é bacana para uma pele que já apresenta algumas linhas finas ou sinais de falta de hidratação. O investimento é um tanto quanto caro, mas que é justificável ao analisar produto, tecnologia, matéria-prima e a própria marca. Dá pra comprar nas lojas físicas e na loja virtual da Sephora por R$560.

Resenha: Gold Eyetech Eye...

A gente sabe que os produtos da Guerlain são muito refinados, mas o Gold Eyetech Eye Sculpt Serum ...
Leia Mais

Resenha: Lentes de contato coloridas Air Optix Colors

Nunca tinha usado lentes de contato coloridas até conhecer a Air Optix Colors.

Quando estava no Japão via várias lojas de lentes de contatos coloridas e das mais estranhas formas. Era tudo muito barato e eu até pensei em comprar para experimentar. Mas fiquei com um certo medo porque não conhecia a marca, vai que me dava algum tipo de alergia.

Até que essa semana rolou um evento da Alcon para apresentar as novas lentes de contato coloridas Air Optix Colors e com os devidos acompanhamentos oftalmológicos eu comecei a usar o produto.

Caixa-AOC-branca

cores-lentes-air-optix-colors

air-optix-colors-preco

Ao total são 9 cores, 5 sutis e 4 vibrantes. Eu escolhi a cinza sutil (gray). Queria uma cor que ficasse bem diferente da minha cor natural (que é bem escura) mas que ornasse com o meu tom de cabelo e com a minha pele.

O diferencial da Air Optix Colors é que elas são as primeiras lentes de silicone hidrogel coloridas do Brasil. Daí você me pergunta: “e qual é o benefício disso?”.

Vou explicar do jeito que o pessoal da marca me explicou (mas de uma forma bem mais prática e fácil de entender). A cor da lente não é impressa na própria lente. O silicone hidrogel forma uma camada (como se fosse um sanduíche) e deixa a cor entre duas camadas, isso diminui o risco de alergias e irritações. Outro benefício desse material é que ele permite a maior oxigenação dos olhos. Não forma uma barreira que resseca os olhos e permite que eles “respirem”.

O mais bacana é que no site da marca você tem acesso ao Color Studio, um aplicativo que você pode colocar sua foto e simular como as cores de lentes ficariam. Logo de cara já simpatizei com a cinza.

As cores das lentes são impressas em um formato diferente que garante mais naturalidade para os olhos. Claro que se chegar bem pertinho (como mostra as fotos abaixo) dá pra perceber as teias de cor. Mas de uma maneira geral (se você não ficar a 5 centímetros do rosto da pessoa), não dá pra identificar se você está ou não de lente.

lente-air-optix-colors-com-funciona-resenha

resenha-lente-de-contato-colorida-cinza-air-optix-colors

lente-de-contato-colorida-onde-comprar-air-optix-colors

resenha-lente-de-contato-colorida-antes-depois

lente-de-contato-colorida-como-cuidar

Adorei a transformação! Queria eu ter nascido com olhos dessa cor (ficaria muito mais natural com a cor do cabelo). Mas já que não nasci assim, dá pra mudar com as lentes Air Optix Colors! \o/

As lentes coloridas tem duração de 30 dias a partir do dia que você abriu a caixinha. A manutenção deve ser feita somente com a solução de desinfecção (a própria marca tem esse produto). Nada de usar água ou soro fisiológico. Antes de colocar ou remover as lentes as mãos devem ser higienizadas para não contaminar o produto.

A adaptação foi uma maravilha, ela é super fininha e nem dá pra perceber que você tá usando. Como ela tem o sistema para garantir a oxigenação dos olhos, em nenhum momento senti ressecamento (e olha que eu fiquei mais de 12 horas com elas!).

Foi até divertido porque eu esquecia que estava de lente e quando me via no espelho era uma surpresa muito agradável, hahahaha.

As lentes Air Optix Colors são vendidas em óticas e o preço médio é de R$109 por par. Você pode optar pelas lentes com ou sem grau (isso não afeta no valor). O único problema que não pode ser corrigido com essa lente é o astigmatismo.

Uma informação MUITO importante é que antes de usar qualquer tipo de lente (com ou sem grau), o oftalmologista deve ser consultado para garantir a melhor performance do produto e a saúde dos seus olhos.

Resenha: Lentes de contat...

Nunca tinha usado lentes de contato coloridas até conhecer a Air Optix Colors. Quando estava no Jap...
Leia Mais