Resenha: Máscara Abacate Nutrição Intensa da Yenzah

Nunca tinha usado nenhum produto da Yenzah, apesar de ser super impactada pelas blogueiras que eu acompanho e que recomendam os produtos da marca, não me interessei ao ponto de correr atrás. Até receber a máscara de Abacate de Nutrição Intensa da marca no ENBB desse ano.

yenzah-recebidos-enbb

Lá no evento, pude ver de perto algumas linhas da Yenzah e achei o SPA do Cabelo uma solução interessante para o famoso cronograma capilar. São 5 máscaras que compõe a linha para hidratação, nutrição e reconstrução com os ativos: abacate, óleo de coco, hibisco, rosa mosqueta e açaí. Inclusive achei um máximo uma marca usar hibisco na composição de um produto pro cabelo (nunca tinha visto isso, normalmente a gente vê o ingrediente ser usado para emagrecimento, né?).

A máscara de abacate da Yenzah vem num potão de 480g com tampa de rosquear. Tem a cor levemente esverdeada e um cheirinho ótimo docinho! A consistência é leve e desliza bem ao longo do fio. No primeiro dia que testei tava sem muitas expectativas porque pensava assim “pode até ser boa, mas acho difícil dar um resultado espetacular”.  Também tava na cabeça um episódio aos meus 15 anos que fui testar uma receita natural para hidratar o cabelo com abacate puro. Sempre adorei cuidar do meu cabelo, e curtia fazer receitas caseiras desde novinha. Mas essa receita do abacate me marcou tanto porque deu MUITO errado. Lembro que eu passei a mistura no cabelo e ele ficou tão oleoso e pesado que mesmo lavando não saia aquele grude. hahahaha

resenha-mascara-nutricao-intensa-abacate

Com um certo receio que isso acontecesse novamente eu apliquei a máscara da Yenzah, mas dessa vez o que estava a favor do sucesso é que o meu cabelo não é o mesmo de quando eu tinha 15 anos, ele está super judiado e precisando de cuidados intensos. Então fui lá, apliquei uma quantidade considerável de produto no cabelo levemente úmido, enluvei bem cada mecha e também usei um pente para distribuir melhor o creme em todos os fios. O tempo de espera indicado pela marca é de 3 a 5 minutos (o que pra mim é perfeito, nem saio do banho. Aproveito pra me depilar enquanto a máscara age).

Enxaguei o produto e a maleabilidade dos fios já se revelou, o cabelo ficou bem macio instantaneamente (mas ainda tava naquela dúvida se ficaria oleoso depois de seco). Sai do banho, deixei secar naturalmente e tenho que falar: como é bacana quando a gente se surpreende ao usar um produto que estávamos com poucas expectativas. O resultado não poderia ser melhor! O cabelo ficou alinhadíssimo, lisinho (com aquele efeito de desmaia fios) porém sem nenhum rastro de oleosidade. Passei o dia amando muito meu cabelo e não conseguia parar de passar a mão (esse é um fator bom e ruim ao mesmo tempo, né? Assim a oleosidade vem mais rápido hahaha).

O mais impressionante é que a parte mais exposta do meu cabelo, que é a parte da frente perto do rosto e também a primeira camada, é mais sensível e também mais danificada que a parte de baixo. Porque além de estar mais exposta aos danos solares, também é a parte que eu mais passo a mão. Essa parte do meu cabelo é visivelmente mais desalinhada e mais judiada. Mas essa máscara alinhou de uma forma que ficou tudo lindo!

Não pesou o cabelo a ponto de ficar oleoso e sem graça, mas deu aquela pesada para deixar tudo no lugar. Fiquei tão feliz com o resultado que no dia seguinte já usei novamente (porque eu lavo o cabelo todos os dias) e me apaixonei ainda mais. Fiquei até feliz por ser um pote tão grande de produto porque vai durar pelo menos umas 60 aplicações ainda (com base no tanto que produto que eu uso a cada aplicação).

mascara-nutricao-intensao-abacate-yenzah-ingredientes

Me impressionei com o resultado, me apaixonei e agora quero testar todas as outras máscara da linha SPA do cabelo da marca, e outras linhas também. Porque se o resultado for tão satisfatório quanto a máscara de abacate, a Yenzah tem uma grande chance de conquistar sério o meu coração.

O melhor de tudo (além do resultado incrível) é que o preço é amigo! O potão custa em torno de R$45 e dá pra comprar na Beleza na Web por R$39,90!

 

Resenha: Máscara Abacate...

Nunca tinha usado nenhum produto da Yenzah, apesar de ser super impactada pelas blogueiras que eu ac...
Leia Mais

Resenha: Maionese Capilar da Salon Line

Tratamentos com maionese não é novidade, principalmente para quem curte testar métodos alternativos e caseiros para cuidar das madeixas. Pensando nessa atividade tão recorrente na vida de algumas mulheres (principalmente as cacheadas) a Salon Line lançou a Maionese Capilar, um tratamento de nutrição intensa para os fios.

resenha-maionese-capilar-salon-line

Para as pessoas mais conservadoras, pode parecer o cúmulo passar maionese no cabelo, né? Pois a maionese é usada por muitas pessoas para nutrir profundamente os fios e realizar o pré-poo, tratamento anterior a lavagem para diminuir os danos de ressarcimento causados pelo shampoo. Eu já testei de tudo no cabelo, sou a favor de receitas caseiras e usar ingredientes naturais nos fios. Já testei a maionese em duas etapas diferentes: a primeira foi quando era mais nova e meu cabelo era virgem. Nessa caso meu cabelo não reagiu tão bem porque ficou pesado, mas eu lembro que ficou um manto de tão liso. Na outra situação já fava com o cabelo bem judiada por uma série de colorações e agressões aos fios. Dessa vez o cabelo agradeceu, não tive a sensação de cabelo pesado e realmente parece que o shampoo não agrediu tanto.

A Salon Line lançou a Maionese Capilar para agradar a todos, quem já era adepto do produto comestível e quem não era. A diferença é que na composição do produto, tem outros ingredientes para proteger os fios e ajudar na penetração da nutrição. Toda a comunicação visual do produto é idêntica a maionese que estamos acostumadas a comer. Achei um tanto quanto divertido! Uma característica que agradou foi o cheirinho: suave e com um toque adocicado, daqueles que é gostoso quando fica no cabelo e não incomoda.

salon-line-maionese-capilar ingredientes-maionese-capilar-salon-line

A marca recomenda diferentes usos do produto para cada necessidade do cabelo. Dá pra usar como pré-shampoo, uns 20 minutos antes de lavar, coma uma hidratação rápida no banho mesmo ou até como uma hidratação mais potente com mistura de óleos.

A maneira que eu mais gostei de usar foi como umectação/pré-poo. Algumas horas antes de lavar o cabelo eu vaco uma mistura da maionese capilar com algum tipo de óleo vegetal (pode ser azeite, óleo de coco, óleo de jojoba) e aplico nos cabelo secos até deixar tudo beeeeem cheio de produto. Como a textura é bem densa como uma maionese de verdade, é necessário a mistura de algum óleo vegetal para ajudar a espalhar com mais facilidade ao longo dos fios (assim a mistura fica mais maleável e você gasta menos produto).

No caso do pré-poo, depois de lavado o cabelo não fica com o cheirinho da maionese capilar. Senti que depois de lavado, o cabelo ficou mais encorpado (um pesado que não me incomodou em nada), a maciez do cabelo é uma das características que mais me agradou, que delícia que é ficar passando a mão no cabelo depois! Como uma simples hidratação a maionese capilar também não decepcionou, achei que deu o mesmo resultado do pré-poo num grau mais leve.

A Maionese Capilar não é liberada para o low-poo, depois de muitos pedidos de clientes a marca criou a Maionese Light, essa sim liberadíssima. O pote com 500g sai na média dos R$15 e vende em perfumarias.

Resenha: Maionese Capilar...

Tratamentos com maionese não é novidade, principalmente para quem curte testar métodos alternativ...
Leia Mais

Nova Rotina: Cronograma Capilar e Dicas de Produtos

Faz apenas alguns dias que eu descobri esse tal cronograma capilar. E logo de cara me brilhou os olhos quando eu fiquei sabendo desse tratamento que nada mais é do que um tratamento intensivo para restauração dos fios. O resultado promete ser muito satisfatório: fios hidratados e recuperados.

Quem tinge o cabelo constantemente como eu sabe o quanto os cabelos sofrem com esse processo, por mais que usemos bons produtos e, tudo o que a gente quer além dos cabelos coloridos é que eles continuem tão saudáveis como antes (ou mais ainda!).

O cronograma capilar é baseado na necessidade do cabelo de cada pessoa e levando em consideração quão danificado ele está. É um tratamento com duração de 3 a 4 semanas.

Os produtos utilizados para fazer as sessões de recuperação são máscaras com objetivos diferentes, intercalando seu uso durante os dias.

As máscaras utilizadas são: Hidratante (H), Nutritiva (N) e Reconstrutora (R).

Daí veio a minha pergunta: Como saber qual máscara se encaixa em cada especificação? Porque as vezes você pega uma máscara de tratamento e tem escrito “Máscara hidratante nutritiva reconstrutora”. E aí, como faz?

O melhor jeito nesse caso é olhar o rótulo e ver os ingredientes que compõem a fórmula do produto. Sabiam que os ingredientes são organizados em ordem decrescente, de acordo com a porcentagem do produto na fórmula. Então o meu critério foi esse, se a máscara tivesse logo de cara o primeiro ou segundo ingrediente que entrasse na especificação eu compraria.

Mas como saber os ingredientes que cada máscara deve conter?

Hidratação (H) – Responsáveis pela reposição de água nos fios ressecados. Os produtos mais populares usados nesse tipo de máscara são aloe vera, Glicerina (glycerin), panthenol, silicones (dimethicone) e o principal deles o álcool modificado (Cetyl Alcohol).

Nutrição (N) – Garante a reposição de lipídeos que promovem o brilho e a maleabilidade dos fios. O principais ingredientes são manteigas (butter), óleos (oil) e ceramidas (ceramides, glycine soybean oil). Prefira sempre os óleos vegetais (que são feitos de futas e plantas) aos minerais (que são derivados do petróleo). Os óleos minerais não possuem  propriedades nutritivas e não são absorvidos pela pele e cabelo. Os nomes científicos para os óleos minerais são:mineral oil, paraffinum liquidum, liquid paraffin e deobase.

Reconstrução (R) – Esse tipo de máscara repõe as proteínas do fio e devolve a força aos cabelos. Alguns dos produtos reconstrutores são a queratina (keratin), cretina (Creatine), colageno (Collagen), Arginina (Arginine) e Proteína do Trigo (Wheat Protein).

Se você por acaso pegar uma máscara que tenha mais de um elemento de cada tipo de processo é só falar como eu disse, veja qual é o ingrediente que tem a maior porcentagem na fórmula e reserve aquela máscara para o tipo de processo que o ingrediente se encaixa.

Quando decidi entrar no cronograma fui ver quais máscaras eu já tinha e me surpreendeu que, todas as máscaras que eu tinha eram hidratantes. Tive que comprar o restante das máscaras necessárias e minhas escolhas foram as seguintes:

Também aproveitei e comprei outros ingredientes para potencializar as máscaras. É importante frisar que não é para misturar diretamente no pote com o creme, só misture com a quantidade que você utilizará separadamente.

Também para não me perder eu fiz um calendário, especificando quais dias e o que tenho que fazer do cronograma. Isso ajuda muito, então é uma sugestão para todo mundo que faz ou quer fazer o processo.

tabela_cronograma_capilar

E aí, como construir o meu cronograma?

Como eu disse, cada cabelo tem a sua necessidade, então cada pessoa terá um  cronograma diferente. Você pode pegar um pronto e depois ir adaptando. Quanto mais danificado estiver seu cabelo mais reconstruções o projeto tem que ter, mas o recomendado é uma reconstrução a cada semana no máximo. O meu por exemplo, eu peguei do blog Eu Maquio e tem, ao todo, apenas duas reconstruções. É só se basear nas propriedades de cada máscara e analisar do que o seu cabelo precisa mais. Cada seção deve ser feita em um intervalo de no mínimo 48 horas. Se você lava o cabelo todos os dias pode continuar normalmente com a sua rotina.

Como escolher os produtos?

Para começar vi primeiro o que eu tinha em casa e, percebi que a maioria das máscaras que eu tinha eram de hidratação. Por isso comprei algumas outras para complementar. As minhas escolhas de produtos foram:

produtos_cronograma_capilar

produtos_hidratacao_cronograma copy

Para hidratação se você quiser combinar bepantol líquido não há problema nenhum. É legal usar ampolas e outros complementos para potencializar o efeito das máscaras. Minhas escolhas foram: Neutrogena Triple Moisture, Geléia Real da Body Store e Seah Hairspa da Schwarzkopf.

nutricao

Para nutrição minhas duas escolhas foram: Silicon Mix e Hydra Care da Vizcaya. Apesar de ser um queridinho de muitas pessoas, o Silicon Mix é composto de óleo mineral, o que não é muito legal (rimou!), mas como eu já tinha ele em casa resolvi colocar ele na brincadeira. O Hydra Care é mais indicado pois ele é composto basicamente de manteiga de abacate e óleo de macadâmia. Para complementar a nutrição peguei a ampola da mesma linha Hydra Care da Vizcaya e o óleo de macadâmia da Body Store.

reconstrucao

Para a reconstrução escolhi a Keratin Mask da Vizcaya. Li dezenas de rótulos de várias máscaras e ela foi a única que encontrei cujo o primeiro ingrediente é a queratina. Bingo! É difícil mesmo encontrar máscaras que sejam realmente para reconstrução, por isso invista quando achar. Para potencializar a reconstrução escolhi a ampola de hidratação intensiva da Vizcaya que, apesar do nome, tem como principal ingrediente na fórmula a creatina que é um componente reconstrutor.

Quando o cronograma acabar posso começar um novo?

Sim, não tem problema nenhum. Basta analisar as necessidades do cabelo e fazer um novo cronograma ou usar o mesmo.

É isso aí pessoal aguardem pois daqui um mês vou postar os resultados com fotos do antes e depois :}

Alguém anima de começar o cronograma também? Alguém já faz? Contaí!

Nova Rotina: Cronograma C...

Faz apenas alguns dias que eu descobri esse tal cronograma capilar. E logo de cara me brilhou os olh...
Leia Mais