Resenha: Blot da MAC

A fama do Blot da MAC é tanta que quando eu tive a oportunidade, comprei o produto! Sempre via as meninas elogiando e dizendo que o blot as acompanhavam no necessáire.

Via nos vídeos esse pó compacto bem clarinho e para minha surpresa, descobri que não é um pó translúcido qualquer. Cheguei na loja e vi que tem 5 cores disponíveis (light, medium, medium dark, deep dark e dark). Apesar de não ser um pó translúcido, o blot adiciona o mínimo de cor possível na pele.

blot-resenha-mac resenha-blot-po-compacto-light-mac resenha-blot-mac

A embalagem é aquela clássica da MAC, vem com um aplicador denso que não é o meu favorito. Preferi deixá-lo de lado e ando com um pincel pequeno de pó (daqueles bem largos) para aplicar ao longo do dia. A minha cor é a light, bem branquinha como um pó translúcido.

Quando faço a maquiagem, não costumo passar pó longo em seguida, prefiro deixar a make assentar melhor a na pele e ao longo do dia, conforme os primeiros sinais de oleosidade aparecerem, eu aplico o blot. Por isso ele tá sempre na bolsa! A compactação do produto é ótima, mesmo esfregando bastante o pincel não faz uma sujeirada e nada de desperdício. Uma quantidade razoável sai nas cerdas do pincel para a aplicação. Com o aplicador original sinto que o produto fica muito concentrado num lugar só e cria uma camada muito grossa desnecessária, já que o mínimo de pó já é o suficiente para retirar o brilho da pele. A “esponjinha” é bacana pra criar uma camada grossa abaixo dos olhos quando você vai fazer um mega olhão, por exemplo. Daí é válido porque os resíduos de sombra que caírem serão facilmente retirados e não grudarão na pele.

resenha-mac-blot blot-mac-resenha

Como disse, uma camada fininha do blot é ideal para remover a oleosidade e deixar a make digna por mais algumas horas. A sensação é de pele totalmente matificada e sem resíduo brancos acumulados nas linhas de expressão. Após descompactado, dá pra perceber que o pó é ultra fino, não adiciona cor na pele e nem dá aquele efeito fantasma nas fotos. É um pó unicamente para matificar a pele e nos salvar ao longo do dia!

A fama toda que ele carrega é super justa. Produto bom que rende bastante e cumpre o prometido. Dá pra comprar nas lojas físicas e virtual da MAC, custa R$123,00

Resenha: Blot da MAC

A fama do Blot da MAC é tanta que quando eu tive a oportunidade, comprei o produto! Sempre via as m...
Leia Mais

Resenha: Batom Açai – coleção Julia Petit para MAC

Normalmente quando a MAC anuncia uma nova coleção eu sempre vou curiar os produtos pra ver se gosto de alguma coisa e colocar naquela lista de desejos que nunca serão realizados. Quando a Julia Petit mostrou a coleção dela, o único produto que eu realmente me apaixonei foi o batom açai porque além de ter o acabamento matte (o tipo de batom que eu mais gosto da marca), a cor também me encantou.

Daí o Rainor patrocinou o meu desejo e me deu o tal batom açai. A coleção lançou na quarta (dia 18/03) e no final do dia já tava tudo esgotado! Ainda bem que ele deu a ideia de ligar na loja e deixar o produto reservado.

resenha-batom-julia-petit-acai-mac-matte-8

resenha-batom-julia-petit-acai-mac-matte-9

resenha-batom-acai-matte-mac-julia-petit

resenha-batom-acai-matte-mac-julia-petit-2

resenha-batom-acai-matte-mac-julia-petit-3

A emabalagem do batom tem o mesmo design que os batons das linhas permanentes da marca, a única diferença é que o preto é laqueado e dá aquele acabamento mega lustroso. Achei muito bacana e todos os batons deveriam ter esse mesmo acabamento, porque depois de algum tempo o preto opaco fica bem “fubento”.

A cor é lindíssima e quando coloquei na boca ficou ainda mais linda. Um roxo com fundo muito rosado.

Sou super fã dos batons com acabamento matte da MAC, eles deslizam super bem durante a aplicação e com o açai não foi diferente.

Apesar do nome “matte” a cor não fica totalmente opaca (assim como os outros batons matte da marca), tem um leve brilho e não chega a secar completamente.

Falando assim parece até que esse batom é um “fail” e não vale nada, mas muito pelo contrário! Ele dura horas e horas na boca com a pigmentação digna. O legal é que ele vai despigmentando aos poucos da boca e mesmo se você remover o batom todo com guardanapo, ainda fica uma corzinha de fundo linda impregnada nos lábios (e que só sai com demaquilante).

resenha-batom-julia-petit-acai-mac-matte-2

resenha-batom-julia-petit-acai-mac-matte

resenha-batom-julia-petit-acai-mac-matte-7

resenha-batom-julia-petit-acai-mac-matte-5

Me apaixonei perdidamente pela cor, já vou logo avisando que a probabilidade de que eu grave muuuitos vídeos com esse batom é grande e não me surpreenderia se ele entrasse nos favoritos do mês.

Os rumores é que a cor desse batom lembra o rebel, também da MAC. Como não tenho esse batom na minha coleção (mas está na minha longa lista de desejos de batons) não posso fazer o swatch. Dei uma pesquisada nas fotos e realmente tem uma certa semelhança.

Num dos vídeos que a Julia Petit fez apresentando os produtos da marca ela disse que misturava o batom açai com o petite red (também da sua coleção) que é um vermelho com fundo rosado. E eu pensei em fazer uma misturinha também com o meu vermelho queridinho: o russian red.

Apliquei o russian red por cima do açai e ficou um tom de vinho bem bonito também (mas confesso que preferi o açai sozinho).

resenha-batom-julia-petit-acai-mac-matte-6

Batom açai e russian red

resenha-batom-julia-petit-acai-mac-matte-3

Batom açai e russian red

O batom custou R$73 e comprei na loja física da marca. Também tem pra vender na loja virtual.

Pra quem quiser comprar algum produto dessa coleção eu super recomendo ligar pra loja com antecedência e pedir para reservar assim você não perde uma viagem. :}

Resenha: Batom Açai R...

Normalmente quando a MAC anuncia uma nova coleção eu sempre vou curiar os produtos pra ver se gost...
Leia Mais

Resenha: Batom Russian Red da MAC

Acho que todo o batom vermelho bom merece um post só dele. Por isso o Russian Red da MAC terá um post exclusivo para que eu possa expressar todo o meu amor.

O Russian Red não é nenhuma novidade, ele faz parte da linha permanente da marca mas demorou algum tempo para eu comprar o meu.

batom-vermelho-matte-mac-resenha-russian-red-onde-comprar

russian-red-resenha-maquiagem-mac-batom-matte

resenha-batom-vermelho-matte-mac-russian-red

Até então meu coração batia forte pelo Ruby Woo, o batom vermelho best-seller da marca que tem acabamento retro matte, ou seja, mais seco que o deserto do Saara. O Ruby Woo é bastante seco e é difícil até para aplicar mas é claro que essa secura toda contribui para que a durabilidade dele seja bem maior comparado a outros tipos de acabamentos.

Já o Russian Red tem o acabamento matte, ele é beem sequinho porém é fácil de aplicar, desliza bem nos lábios e é confortável de usar. Na minha opinião dura tanto quanto o Ruby Woo com o diferencial de não deixar os lábios tão “ressecados”.

ruby-woo-russian-red-resenha-batom-vermelho-mac-matte

comparacao-batom-mac-russian-red-ruby-woo

Dá pra ver na comparação que o Russian Red é um tico mais fechado, tem uma cor mais intensa. Na bala também dá pra ver que ele não é tão opaco quando o Ruby Woo. Depois que comprei o bendito (em abril desse ano) uso assiduamente.

Eu particularmente adoro o cheiro dos batons da MAC, não sei bem explicar mas tem uma coisa que me lembra chocolate, hihihihi.

resenha-batom-matte-russian-red-mac

batom-vermelho-mac-russian-red-resenha

resenha-batom-vermelho-acabamento-matte-russian-red-mac

resenha-batom-russian-red-mac-cosmetics-vermelhos-matte

resenha-maquiagem-russian-red-batom-vermelho-matte-seco-mac

swatch-resenha-batom-vermelho-matte-mac-russian-red

A durabilidade dele é muito boa, consigo ficar horas e horas sem retoques, coisa de 5-6 horas com a cor digna.

Custa R$66 e dá pra comprar no site da MAC e também nas lojas físicas da marca.

Resenha: Batom Russian Re...

Acho que todo o batom vermelho bom merece um post só dele. Por isso o Russian Red da MAC terá um p...
Leia Mais