Resenha: Retroage Code lifting área dos olhos da Valmari

A Valmari era uma daquelas marcas que eu conhecia de nome mas que eu nunca tive contato. O meu primeiro contato com a marca foi na Beauty Fair, mas como toda a feira de beleza, foi super rápido, tumultuado e meio sem foco. Não consegui dar aquela atenção especial que eu gosto quando conheço uma marca nova, então não rolou aquela identificação logo no primeiro contato, sabe? Mas daí eu recebi uns produtos da marca pra testar e comecei com o gel creme lifting para a área dos olhos da linha Retroage Code.

retroage-code-gel-creme-lifting-area-dos-olhos-valmari-resenha resenha-retroage-code-gel-creme-lifting-olhos-valmari

Para quem também não conhece, a Valmari é uma marca brasileira, que começou nos anos 80 com manipulação de fórmulas e aos poucos migrou para dermocosméticos com formulação pronta para os consumidores finais. Hoje a marca tem lojas físicas espalhadas por todo o país e além de ter produtos para consumidores finais, muitas profissionais também utilizam a marca nos seus consultórios.

O Retroage Code lifting tem uma embalagem com 15g de produto e um design super bacana que já facilita na aplicação. O aplicador já tem o formato para massagear a área dos olhos (olheiras e pálpebras). Para liberar o produto, basta encaixar o dedo na parte traseira do aplicador e empurrá-lo para baixo. A quantidade ideal de creme para aplicação nos dois olhos já é obtida.

O creme é leve, um pouco gelatinoso e com leve (beeem leve mesmo) cheirinho cítrico (por conta da vitamina C na fórmula). O efeito lifting realmente acontece por conta dessa textura gelatinosa, após a aplicação a pele fica um pouco peguenta e dá pra sentir uma leve esticada até a secagem total.

valmari-resenha-gel-creme-lifting-olhos-retroage-code aplicador-retroage-code-valmari-lifting-olhos retroage-code-lifting-area-dos-olhos-valmari-creme

Segundo a marca o Retroage Code proporciona firmeza das pálpebras, elevação palpebral, redução de rugas e linhas da região dos olhos e tratamento para bolsas e olheiras. Me animei ao começar usar e ter esse apelo porque recentemente descobri que minhas bolsas estão ali no meu rosto por conta de flacidez na região.

É um produto de fácil aplicação, não precisa ter contato com a mão (o que diminui as chances de contaminação), mas como a aplicação é feita direto no rosto, o recomendado é sempre fazer isso com a pele limpa. E após cada aplicação eu sempre dou uma limpadinha no bico com um papel higiênico.

Além de vitamina C o rpoduto também conta com várias tecnologias desenvolvidas pela Valmari como um blend de óleos essenciais para hidratação da região com propriedades antiinflamatórias, um derivado da flor de romã que estimula a produção de colágeno e Niacinamida – B3 que uniformiza o tom da pele.

ingredientes-retroage-code-valmari

Depois de algum tempo de uso constante dá pra perceber que a pele da área dos olhos está em melhor condições, principalmente por conta da hidratação que já disfarça super as linhas finas (e ajuda a maquiagem a ficar mais bela). O fator flacidez é solucionado e visível de maneira sutil a cada aplicação mas não tem efeito permanente. Se o seu caso for uma flacidez super avançada, não espere milagres (daí talvez seja interessante falar com a sua dermatologista para verificar o melhor tratamento).

Depois de testar esse hidratante rolou uma ligação com a marca que me querer conhecer um pouquinho mais e testar outros produtos.

O Retroage Code Gel Creme Lifting para área dos olhos custa em média R$139 e dá pra compras nas lojas físicas da Valmari. Se você quiser saber os endereços, dá pra pesquisada no site da marca.

Resenha: Retroage Code li...

A Valmari era uma daquelas marcas que eu conhecia de nome mas que eu nunca tive contato. O meu prime...
Leia Mais

Resenha: Happy Gelato hidratante corporal da Clinique

A Clinique sempre foi uma marca queridinha de produtos de cuidados com a pele pra mim. Mas apesar de ter vários produtos para o rosto, nunca tinha usado nada para o corpo. Até que a marca lançou o Happy Gelato, um hidratante corporal que faz referência ao sorvete.

resenha-happy-gelato-clinique-hidratante-corporal

Tudo no produto faz lembrar sorvete, a embalagem mega fofa de 200ml com tampa de rosquear. A textura do produto que tem aquele aspecto aerado e cremoso de um gelato. O creme espalha com muita facilidade na pele e parece que tá “derretendo” conforme a aplicação (mas sem deixar a sensação melecada). Toda uma identidade visual e usabilidade bem pensada!

As fragrâncias são delícia: o Sugared Petals (roxo) tem uma sensação mais refrescante e floral, o Berry Blush (rosa) tem um fundo mais quente de baunilha e super adocicado. Os dois são uma delícia! Gosto do Berry Blush para os dias de frio porque o aroma dá um conforto e o Sugared Petals para dias mais frescos e quentes. O legal é que o perfume permanece durante bastante tempo na pele de uma maneira suave e não enjoativa.

resenha-clinique-happy-gelato-hidratante-corporal

Além dessas duas fragrâncias, ainda há uma terceira no portfólio da marca: o gelato com a fragrância best-seller de Clinique, Happy. Os hidratantes estão disponíveis nas lojas físicas e na loja virtual de Clinique por R$195.

Resenha: Happy Gelato hid...

A Clinique sempre foi uma marca queridinha de produtos de cuidados com a pele pra mim. Mas apesar de...
Leia Mais

Resenha: Sublime Youth Neck da Kiko Milano

O pescoço é uma área que fica super exposta e envelhece tanto quanto a pele do rosto. Por vezes, ele é esquecido na rotina de cuidados diários (e quando é lembrado, normalmente usamos o mesmo hidratante do rosto, né?). Mas a pele é tão diferente do rosto e envelhece de forma diferente, que um hidratante para cuidados específicos para a região faz todo o sentido. A Kiko Milano tem o Sublime Youth Neck, indicado para o pescoço.

kiko-milano-sublime-youth-neck

O hidratante vem numa bisnaga de 75ml (um tanto quando grande para um hidratante anti-age, né?) com tampa de rosquear. A apresentação, apesar de ser simples é bem sofisticada com alguns pequenos detalhes no design da embalagem (como a tampa com cantos arredondados e a cor).

O que me impressionou mesmo foi a textura. Na minha cabeça, um creme específico para pescoço teria uma consistência super grossa e pesada, visto que essa região cria muitas rugas profundas por conta dos movimentos da cabeça. Mas ao abrir o Sublime Youth Neck pela primeira vez, me deparei com um hidratante leve, fluído, que espalha tão fácil que parece que virou água. Não deixa nenhum resíduo, brilho e oleosidade. Parece até um produto que usaria na pele de um rosto oleoso durante o dia (pra vocês entenderem a leveza). Inclusive, por vezes apliquei o produto até no rosto naqueles dias de preguiça, hahaha. A fragrância também é um ponto positivo do produto. Tem aquele aroma de riqueza, bem refinado e sutil.

resenha-sublime-youth-neck-kiko-milano ingredientes-sublime-youth-neck-kiko-milano

O Sublime Youth Neck tem ação de firmadora e reestruturadora da pele do pescoço. Claro que nenhum creme é milagroso. Não posso falar que senti uma super diferença nas linhas do pescoço, até porque a minha situação ainda tá bem controlada. Acho bacana um produto específico para começar esses cuidados desde cedo e retardar a ação do envelhecimento e também envelhecer de uma maneira mais suave. Afinal de contas, uma pele bem hidratada envelhece melhor.

É um daqueles hidratantes que eu passo com gosto na minha rotina de cuidados noturnos porque eu sei que tô fazendo uma carinho extra. Ele é recomendado para todos os tipos de pele e pode ser usado tanto de manhã quanto a noite.

A Kiko Milano ainda não tem loja virtual (mas eles estão trabalhando nisso). Dá pra comprar o Sublime Youth Neck numa das lojas físicas da marca por R$129,90

Resenha: Sublime Youth Ne...

O pescoço é uma área que fica super exposta e envelhece tanto quanto a pele do rosto. Por vezes, ...
Leia Mais
300x250