Resenha: Maionese Capilar da Salon Line

Tratamentos com maionese não é novidade, principalmente para quem curte testar métodos alternativos e caseiros para cuidar das madeixas. Pensando nessa atividade tão recorrente na vida de algumas mulheres (principalmente as cacheadas) a Salon Line lançou a Maionese Capilar, um tratamento de nutrição intensa para os fios.

resenha-maionese-capilar-salon-line

Para as pessoas mais conservadoras, pode parecer o cúmulo passar maionese no cabelo, né? Pois a maionese é usada por muitas pessoas para nutrir profundamente os fios e realizar o pré-poo, tratamento anterior a lavagem para diminuir os danos de ressarcimento causados pelo shampoo. Eu já testei de tudo no cabelo, sou a favor de receitas caseiras e usar ingredientes naturais nos fios. Já testei a maionese em duas etapas diferentes: a primeira foi quando era mais nova e meu cabelo era virgem. Nessa caso meu cabelo não reagiu tão bem porque ficou pesado, mas eu lembro que ficou um manto de tão liso. Na outra situação já fava com o cabelo bem judiada por uma série de colorações e agressões aos fios. Dessa vez o cabelo agradeceu, não tive a sensação de cabelo pesado e realmente parece que o shampoo não agrediu tanto.

A Salon Line lançou a Maionese Capilar para agradar a todos, quem já era adepto do produto comestível e quem não era. A diferença é que na composição do produto, tem outros ingredientes para proteger os fios e ajudar na penetração da nutrição. Toda a comunicação visual do produto é idêntica a maionese que estamos acostumadas a comer. Achei um tanto quanto divertido! Uma característica que agradou foi o cheirinho: suave e com um toque adocicado, daqueles que é gostoso quando fica no cabelo e não incomoda.

salon-line-maionese-capilar ingredientes-maionese-capilar-salon-line

A marca recomenda diferentes usos do produto para cada necessidade do cabelo. Dá pra usar como pré-shampoo, uns 20 minutos antes de lavar, coma uma hidratação rápida no banho mesmo ou até como uma hidratação mais potente com mistura de óleos.

A maneira que eu mais gostei de usar foi como umectação/pré-poo. Algumas horas antes de lavar o cabelo eu vaco uma mistura da maionese capilar com algum tipo de óleo vegetal (pode ser azeite, óleo de coco, óleo de jojoba) e aplico nos cabelo secos até deixar tudo beeeeem cheio de produto. Como a textura é bem densa como uma maionese de verdade, é necessário a mistura de algum óleo vegetal para ajudar a espalhar com mais facilidade ao longo dos fios (assim a mistura fica mais maleável e você gasta menos produto).

No caso do pré-poo, depois de lavado o cabelo não fica com o cheirinho da maionese capilar. Senti que depois de lavado, o cabelo ficou mais encorpado (um pesado que não me incomodou em nada), a maciez do cabelo é uma das características que mais me agradou, que delícia que é ficar passando a mão no cabelo depois! Como uma simples hidratação a maionese capilar também não decepcionou, achei que deu o mesmo resultado do pré-poo num grau mais leve.

A Maionese Capilar não é liberada para o low-poo, depois de muitos pedidos de clientes a marca criou a Maionese Light, essa sim liberadíssima. O pote com 500g sai na média dos R$15 e vende em perfumarias.

Resenha: Maionese Capilar...

Tratamentos com maionese não é novidade, principalmente para quem curte testar métodos alternativ...
Leia Mais

Tonalizante Flamingo Kamaleão Color | Ruivo Acobreado

A Kamaleão Color é uma marca recente no mercado e mesmo com pouco tempo, todo mundo só fala no tonalizante flamingo. Pense num creme pigmentado, que rende horrores, com uma cor incrível e pra arrematar um cheirinho delícia. Ah! Isso sem falar no custoxbenefício do produto, é de aquecer o coração das ruivinhas :}

Depois do meu primeiro uso já soube que o flamingo era o tonalizante da minha vida. Larguei mão do C Kamura Conhaque pra um novo amor! A embalagem de plástico com 150ml pode parecer pequenininha, mas não se deixe enganar. O produto é tão concentrado e tão potente que mesmo diluindo muito, você ainda consegue uma cor super vibrante.

Minha misturinha é a seguinte:

  • 1 colher de sopa de tonalizante Flamingo
  • 6 colheres de sopa de creme branco

Pode ser qualquer um creme branco. Outra característica bem bacana é que os tonalizantes da Kamaleão Color são liberados para low-poo. Se você usar um creme que seja liberado também, não terá problema nenhum em manter a cor e a rotina de cuidados low-poo. No vídeo eu mostrei como eu tonalizo em casa e usei um hidratante da Surya, que é liberadíssimo para low-poo e tem ação de preservar a cor dos fios.

Dá o play pra conferir:

como-tonalizar-cabelo-em-casa-flamingo-kamaleao-color

Antes da tonalização

resenha-tonalizante-flamingo-kamaleao-color-ruivo-acobreado

Resultado da tonalização com flamingo da Kamaleão Color

As fotos foram feitas na luz branca e estão sem edição. Gosto do tom bem vibrante e normalmente prefiro deixar o cabelo um pouquinho mais escuro porque daí eu curto todo o período de desbotamento!

Por falar em desbotamento, durante as primeiras lavagens senti que a água sai mais colorida que com outros tonalizastes que já usei. Mas, apesar disso, não senti que após o banho isso tivesse influenciado na cor. A pigmentação fica tão forte nos fios que mesmo saindo muito na água do banho, ainda fica muita cor no cabelo. É bem impressionante!

Consigo manter minha rotina de tonalizar a cada 15, 20 dias, sempre que retoco a raiz. Não sinto necessidade de tonalizar toda semana entre os retoques de raiz. Pensa num produto que surpreendeu! A marca possui diversos tons bacanas de tonalizaste, pra quem curte cabelo colorido vale super a pena experimentar! Vende na loja virtual da marca por R$30,00.

Agora vamos fechar esse post com chave de ouro, porque esses 150ml, que parecem super pouco, rendem de 8 a 10 tonalizações! Claro que essa é a base pro meu cabelo, que é pouco e num comprimento médio, mas mesmo assim surpreendeu muito! Nunca tinha visto um tonalizaste render tanto assim.

Tonalizante Flamingo Kama...

A Kamaleão Color é uma marca recente no mercado e mesmo com pouco tempo, todo mundo só fala no to...
Leia Mais

Velaterapia e Corte Bordado no Laces and Hair

Semana passada fui no salão Laces and Hair para dar um trato no cabelo, a princípio fui muito interessada e focada em fazer dois dos tratamentos mais populares do espaço: a velaterapia e o corte bordado.

Primeiro de tudo preciso dar um panorama da minha situação para vocês lerem esse post com alguns pontos em mente: fazia uns 10 anos que eu não ia num cabeleireiro. Não sou muito de ir em salão e não confio em outras pessoas para mexer no meu cabelo, por isso eu mesma corto, pinto e trato dele em casa mesmo. Mas é aquela coisa, eu corto sem técnica nenhuma, sei que meu cabelo não fica lá essas coisas porque eu só faço cortar reto e aparar a franja.

Mas de uns tempos pra cá senti a necessidade de ir num profissional para dar um bom corte no cabelo para dar mais movimento e deixá-los com aparência de mais saudável. Apesar de ter ficado um longo tempo sem ir num profissional para cortar o cabelo, isso não quer dizer que eu não cuidava dele em casa. Pelo contrário, sempre corto as pontinhas, faço hidratação e reconstrução religiosamente. Daí comecei a minha saga de pesquisar salões bacanas em São Paulo para fazer alguns tratamentos legais. Já conhecia o Laces and Hair por conta de um evento que fui ano passado da Clinique. No dia do evento eu conversei com algumas profissionais no espaço e achei bem bacana a filosofia natural que eles abordam. E pesquisando mais na internet vi muitos posts possitivos sobre a Velaterapia e o corte bordado, que são dois tratamentos que eliminam as pontas duplas e ressecadas do cabelo, sem tirar o comprimento dos fios. O frizz não me incomoda, é um detalhe que eu consigo conviver de boa e como gosto de bastante volume no cabelo, acho que até ajuda a dar essa impressão de mais cheio.

Marquei um horário para sexta (dia 26/08) ao meio dia. Como era a minha primeira vez, não marquei nenhum serviço específico porque a indicação é fazer a análise com um profissional para ele indicar os tratamentos que mais combinam com as necessidades do seu cabelo.

laces-and-hair-salao laces-and-hair-tratamentos

Fonte: Laces and Hair

Cheguei no salão e já fui guiada para uma cadeira. O espaço é encantador, todo aberto, cheio de verde, muitas plantas, luz e a decoração é linda! Sentei e me deram uma ficha para fazer o meu cadastro e também conhecer mais sobre os meus hábitos. A ficha era bem completa, do tipo que perguntava quais produtos eu aplico no cabelo, se eu já sofri alguma doença séria, se eu tomo algum tipo de remédio, processos pelos quais o meu cabelo já foi exposto e qual era a minha rotina de cuidados. Depois disso veio um profissional que analisou meu cabelo,  mediu o comprimento com uma régua, mediu a circunferência do rabo-de-cavalo, a resistência do fio (quando você puxa e como ele se comporta até quebrar). Daí veio outro profissional para me explicar sobre os tratamentos indicados. Para o meu cabelo, o indicado foi uma série de tratamentos bem conhecidos do Laces: a velaterapia, corte bordado e multivitaminas. Além de tudo isso também queria fazer um corte mesmo. Após essa conversa e indicação do que poderia ser feito, o Bruno (nome do cabeleireiro) disse que faria o orçamento de tudo para ver se eu estava de acordo.

Como se trata de um salão um tanto quanto caro, acho que essa prática de orçar faz todo o sentido para gente já saber o quanto vai gastar e não ter surpresas no final. Aprovei o orçamento e antes de começar e eu perguntei quanto tempo tudo isso levaria porque tinha horário marcado. Me informaram que não passaria de 1:30 e já estaria pronta para ir embora (guardem essa informação para mais tarde). Vou deixar uma breve explicação de como é o processo de cada tratamento que eu fiz.

Velaterapia – Processo para cauterizar as pontas duplas e ressecadas do cabelo. O cabelo é dividido em mechas, que são torcidas e a vela passa rapidamente para queimar as pontinhas que ficam para fora do “torcido”. É um ritual bem antigo de tratamento que mães e avós faziam na juventude. O Laces resgatou esse processo que dá certo para colocar no portfólio do salão.

Corte Bordado – O corte que remove o frizz, pontas duplas e ressecadas com uma tesoura especial a laser. A tesoura é totalmente lisa (não tem aquelas marquinhas verticais na ponta) e tem um corte bem preciso. O corte bordado não mexe no comprimento dos fios, ele só remove os fiozinhos danificados.

Multivitaminas – É o carro-chefe dos tratamentos do Laces and Hair. O processo trata do couro cabeludo e do comprimento do cabelo em etapas diferentes. Consiste em reposição de vitaminas e minerais para os fios, sução e limpeza do couro cabeludo com um mix de ervas adstringentes e massagem para estimular a circulação sanguínea da área. A massagem se estende até os ombros.

velaterapia-corte-bordado-laces-and-hair-preco

Começamos com a Velaterapia seguido do corte bordado. Os dois processos são complementares, a vela queima e deixa bem aparente as pontas ruins do cabelo que precisam ser cortadas e o bordado retira todas essas pontas. Após terminado começou o multivitaminas, que é feito com o cabelo seco mesmo. São 3 complexos aplicados em partes diferentes do cabelo (um amarelinho para o comprimento, um meio rosê para o couro cabeludo e um vermelho para a parte da frente do cabelo para estimular o crescimento nessa área). Depois da pausa para ação uma moça veio com um equipament0 com um tubo de sucção para estimular o couro cabeludo. O cabelo foi dividido em algumas seções para sucção (que é totalmente indolor, é até bem relaxante). O próximo passo foi aplicar uma mistura de ervas no couro cabeludo com um pincel. A mistura tinha um cheiro bem marcante que parecia Vick e dava aquela sensação de refrescância no local. O mix é aplicado duas vezes e seguido por uma massagem que estimula a circulação da área (essa massagem é daquelas que você fica totalmente lesada de tão boa que é).

tratamento-multivitaminas-laces-and-hair-preco

Só após todos esses processos que eu lavei o cabelo. No lavatório, a moça me ensinou uma maneira que o salão indica a lavagem. Tanto o shampoo quanto o condicionador são diluídos em água em um pequeno recipiente para não concentrar produto numa área e fazer uma lavagem mais delicada dos fios. O último passo foi o corte, que eu pedi para cortar bastante camadas para dar aparência de mais volume ao cabelo. Como estava com o cabelo totalmente reto e bem longo, bastante comprimento das primeiras camadas foi retirado.

Falei, falei pra chegar nessa parte dos pontos positivos e negativos, porque apesar de ser um salão super conceituado,  confesso que achei que minha experiência seria melhor.

Pontos positivos:

  • O ambiente do salão é maravilhoso, aconchegante e bem calmo.
  • Todos os profissionais são super simpáticos e tiveram paciência de me explicar direitinho como era feito o processo.
  • O conceito do salão de buscar tratamentos naturais aos fios é uma apelação muito forte que me agradou.

Pontos Negativos:

  • Lembra que eu falei ali em cima que me disseram que todos os processos levariam 1:30? Pois eu fiquei 4 HORAS no salão.
  • A demora entre um processo e outro foi absurda, cheguei a esperar 40 minutos para alguém dar as caras para fazer o próximo passo. Quando acabava um processo eu perguntava qual era o tempo de pausa (para os que tinham) e nenhum pasava de 15 minutos e eu esperei mais de 30 minutos.
  • Um dos motivos da demora foi que cada etapa de um tratamento foi feita por uma pessoa. Então uma pessoa fez a velaterapia, outra fez o corte bordado, outra fez a aplicação das vitaminas, outra fez a sucção, outra fez a massagem, outra fez a limpeza do couro cabeludo, outra lavou, outra secou e outra cortou. Ao total eu falei com 11 (ONZE) pessoas. Se uma pessoa ficasse focada em um cliente, tudo seria muito mais rápido.
  • Apesar de o ambiente ser incrível, não achei muito funcional. Não tem aquelas bancadas com os apetrechos necessários e cada profissional tem uma sacolinha com os seus equipamentos. Como a rotação dos cabeleireiros é muito agitada (por cada um fazer um processo diferente), eles ficam andando com a sacolinha pelo salão e a cada pessoa é necessário tirar e colocar os itens naquela sacolinha e transportar até o outro cliente.
  • Senti que faltou coordenação e supervisão nos processos e nas clientes que estavam esperando. Vi uma menina (que supus ser uma gerente ou algum outro cargo mais alto) que ficou simplesmente olhando uma menina fazer escova em uma cliente enquanto na verdade ela poderia muito bem delegar melhor as funções em vez de me fazer esperar 40 minutos para fazer uma outra etapa.
  • Outro erro muito grave que eu vi e fiquei nervosa foi que uma menina ao meu lado estava fazendo uma coloração (primeira vez dela). A cabeleireira fez a coloração e sumiu. Não teve ninguém supervisionando como o cabelo da moça estava reagindo. Como cada cabelo reage de uma forma diferente é imprescindível verificar a cada 10 minutos no máximo para ver o andamento da cor. A moça ficou mais de 30 minutos com a tinta na cabeça e ninguém foi checar o que estava acontecendo. Fiquei aflita junto com ela pensando nas várias coisas que poderiam dar muito errado naquilo.

O que valeu a pena e o que não valeu:

  • Achei que a velaterapia e o corte bordado foram feitos de qualquer jeito, sem muito cuidado, sabe? No primeiro momento quando me explicaram sobre o que iria acontecer, me falaram que eram um processo bem minucioso e detalhado que o cabelo era dividido em mechas bem fininhas e cortava com precisão as partes danificadas. Pedi uma estimativa de tempo e me falaram que em 20, 30 minutos a velaterapia e o bordado seriam feitos. Pois os dois não duraram nem 7 minutos. Apesar de ter pouco cabelo, as mechas foram grossas e cortadas sem cuidado. Ainda via que tinha muitas partezinhas ruins que poderia ser removidas e não foram. Seria bom um pouco mais de cuidado e esforço para fazer valer o valor.
  • Perguntei se um processo poderia ser feito sem o auxílio do outro e a moça me disse que em alguns (poucos) casos dá pra fazer, mas que o melhor mesmo é fazer o combo da vela com o bordado para retirar todas as partes ruins. Mas o que não faz muito sentido é vender os processos separadamente com um preço muito alto e no final das contas recomendar os dois. Deveria ser um combo, sabe?
  • O tratamento multivitaminas foi o que brilhou pra mim. Apesar da super demora para cada etapa ser realizada, foi o que eu mais vi resultado. É um tratamento tão completa e uma experiência tão gostosa que vale a pena o preço. Com certeza faria novamente! O resultado é imediato e o efeito é duradouro porque já lavei meu cabelo duas vezes e ainda sinto a leveza do couro cabeludo e a maciez dos fios. Um detalhe que acho que vale pontuar é que um dos complexos vitamínicos aplicados no cabelo tem muito cheio de Glicopan (que é um complexo vitamínico para animais que algumas pessoas usam nos cabelos). O cheiro é tão forte e parecido que quando cheguei em casa fui cheirar o vidrinho de Glicopan só para ter certeza e olha… é igual! Não tem como validar se é usado ou não, mas que tem o cheiro e ele fica mesmo depois das lavagens isso eu posso afirmar com toda a certeza.
  • O corte do cabelo foi bem satisfatório. A Cláudia quem cortou foi bem atenciosa com as minhas indicações e sempre que ia cortar ela me mostrava o quanto ela cortaria e perguntava se eu estava de acordo. No final eu falei para ela cortar bastante as camadas e tirar grande parte das áreas danificadas do meu cabelo. Adorei o resultado, o corte emoldurou melhor meu rosto, deu volume e deixou o cabelo mais interessante.

A experiência foi válida mas no final das contas o único processo que realmente valeu a pena foi o Multivitaminas. O corte, apesar de ter amado o resultado, não foi uma coisa sensacional que eu só conseguiria fazer no Laces. É um corte que qualquer bom cabeleireiro faria. O resultado foi muito bom porque meu cabelo estava precisando de um bom corte, mas não pagaria novamente tudo isso para fazer um corte em camadas que é simples de fazer.antes-depois-corte-bordado-velaterapia-laces-hair

Os preços são muito altos (pelo menos para o meu bolso e acredito que para grande maioria que me lê também). Vou deixar a média dos preços que eu paguei por cada tratamento, lembrando que os preços variam de acordo com tamanho do cabelo.

Velaterapia: R$300

Corte Bordado: R$300

Multivitaminas R$485

Corte: R$303

Não achei que a Velaterapia e o corte bordado valeram a pena. Tem salões por aí que também fazem esses processos e cobram muito mais barato. Apesar de terem me dado um orçamento no começo da visita, no final das contas paguei ainda mais que o previsto. O orçamento inicial tinha ficado em R$1388 e na hora de pagar deu R$1415. Questionei a diferença e me falaram que era cobrado a lavagem e secagem do cabelo. Outro ponto que me irritou nessa história: a lavagem fazia parte do processo de multivitaminas. Eu não podia ir embora com os cremes na cabeça, esse valor tinha que ser incluso, né? No próprio lavatório tinha um alerta que a lavagem era cobrada (se eu não me engano R$7,50). E quanto a secagem foi uma coisa que eu achei um absurdo porque após sair do lavatório a moça secou  bem mais ou menos o meu cabelo só para retirar o excesso para o corte. E depois do corte eu disse que não queria que fizesse escova nem modelasse, inclusive ainda sentada eu prendi o cabelo num coque e fui embora. Chato, né?

Outro detalhe que foi bem chato é que durante todo o ritual, cada moça que vinha realizar uma estapa no meu cabelo falava que eu levaria para casa o potinho medidor para lavar o cabelo e uns produtos para cuidar do cabelo em casa. Todas, sem exceção deram a entender que os produtos já estavam inclusos no valor que eu pagaria. Lá no fundo eu sabia que isso era só papo, mas achei chato elas falarem dessa maneira.

O valor total dos tratamentos foi R$1415. Um tanto quanto salgado e por mais que eu tenha amado o resultado, se um dia voltar no Laces será só para fazer o Multivitaminas que eu vi resultados. Acho que um post sincero como esse era o que eu tinha que ter lido antes de fazer a minha visita. Li vários posts super elogiando, com fotos de antes e depois sensacionais (e claro que as fotos de depois estavam com o cabelo modelado e super bem feitinho). Essa minha foto de antes e depois é aquela de vida real mesmo, eu lavei e do jeito que secou é o que tá aí na foto! Não tem escova nem baby liss.

Velaterapia e Corte Borda...

Semana passada fui no salão Laces and Hair para dar um trato no cabelo, a princípio fui muito inte...
Leia Mais