Selecione uma visualização:

Dica de Filme: Once

Pra aproveitar o final de semana ou qualquer outro dia que você tenha um tempo livre. Once é um filme que vale muito a pena ver e vai te deixar com ótimas músicas na cabeça. Não, esse filme não é um musical, pelo menos não um daqueles quem os personagens cantam a toda hora por qualquer coisa, mas a trama envolve muitas músicas.

Once conta a história de duas pessoas que estão em um momento um tanto quanto complicado de suas vidas e ao acaso se encontram. Filmado em 2006  e dirigido por John Carney em Dublin. Once ou “Apenas uma vez” narra quando o ator e músico Glen Hansard (não lembro o nome dele no filme e no IMDB num tem também =T) acabou de terminar um relacionamento e muda-se para a casa de seu pai, que conserta coisas. Para juntar uma grana ele começa a tocar nas ruas em busca de trocados quando encontra a atriz Markéta Irglová (também não sei o nome da personagem), uma imigrante que esta a procura de alguém para consertar seu aspirador de pó. É com esse problema que ele sabe como resolver que os protagonistas começam a se envolver e um descobrem gosto pela musica em comum e se juntam para compor letras com um grande significado de seus sentimentos recentes.

A angústia de cada personagem é tão clara que a carga dramática desse filme não fica só nas partes das músicas, mas também nos diálogos com longos momentos de silêncio constrangedor e a história passada de cada personagem que ainda os atormenta. Um filme tão bom que em 2012 virou um musical da broadway, com atores diferentes do filmes e com toda a produção digna dos musicais clássicos. Vez ou outra me pego ouvindo a trilha sonora do filme (adoro ouvir trilhas sonoras). Como eu disse vale muito a pena, pra instigar ouve só a música tema do filme Falling Slowly:

httpv://www.youtube.com/watch?v=fg_is-QG_ys

Dica de Filme: Once

Pra aproveitar o final de semana ou qualquer outro dia que você tenha um tempo livre. Once é um fi...
Leia Mais

Receita: Cookies da Subway

 

Isso mesmo pessoal! Receita dos cookies da rede de fast food Subway. Se vocês nunca provaram vocês precisam provar!

Pra mim, é a coisa mais gostosa da Subway, não curto os sanduíches, acho que eles deveriam investir e só vender os cookies. hahaha. Então eu decidi tentar fazer esses cookies em casa e adivinha só? Deu certo!

Os cookies são super fáceis de fazer e ficam bem macios.

– 2 xícaras de farinha

– 1 xícara de açúcar mascavo

– 1/2 xícara de açúcar branco

– 200 gr de manteiga sem sal derretida

– 1 ovo

– 1 gema

-1 colher de sopa de essência de baunilha

– 1 pacote de M&Ms (pode ser qualquer coisa que você gostar, gotas de chocolate branco, avela, macadâmia, etc)

acucar

Olha só que difícil hein: Pré- aqueça o forno médio e misture todos os ingredientes até formar uma massa homogênea. hihihi

Depois em uma forma forrada com papel manteiga coloque uma colher da massa para cada cookie. Deixe um bom espaço entre cada bolinha de massa para que elas não se juntem quando se espalhar. Coloque no forno por aproximadamente 15 minutos (depende de cada forno) ou até as bordas dourarem.

mms

massa

cookies

O tempo de preparo é de 20 minutos e rende aproximadamente 20 cookies. Você pode ou não usar o papel manteiga, mas eu recomendo muito que use porque ajuda a tirar os cookies da forma. Ficam bem macios e é muito gostoso comer assim que sai do forno.

Agora você, assim como eu, não precisa mais ir no Subway pra comer o melhor cookie do mundo! :}

Receita: Cookies da Subwa...

  Isso mesmo pessoal! Receita dos cookies da rede de fast food Subway. Se vocês nunca provaram...
Leia Mais

Dicas de quadrinhos – Graphic MSP

Até quem não costuma ler quadrinhos deve admitir que em algum momento da vida já deu uma lidinha nos personagens brasileiros mais famosos do mundo: a Turma da Mônica. A turminha que é a porta de entrada para a leitura de 11 em cada 10 brasileiros, de 2009 pra cá ficou mais experimental e diria eu, mais adulta.
Através da liderança editorial de Sidney Gusman, o projeto que comemoraria os 50 anos de carreira de Maurício de Sousa, o criador da Mônica, teve início com uma série conhecida como MSP 50.
Capa.indd
Desde então foram publicados quatro coletâneas de histórias, onde artistas convidados puderam fazer a sua versão dos personagens da Turma da Mônica.
Felizmente o projeto cresceu e resultou no tema do nosso post: as Graphic MSP.
Para dar vida às Graphic MSP, Sidney Gusman inicialmente convidou quatro quadrinistas brasileiros para dar vida a histórias adultas,  sem perder a essência dos personagens. Logo abaixo vou indicar o que já saiu e devo adiantar: são espetaculares.
astronauta
Astronauta: Magnetar
Escrita e desenhada por Danilo Beyruth, essa edição abriu a série Graphic MSP com chave de ouro. O autor usa aqui o clássico personagem para contar uma história sobre saudade, loucura e claro, solidão. Em Magnetar o personagem vira um “náufrago no espaço” após cometer um erro, e precisa encontrar uma maneira de se salvar antes que seja tarde demais. Uma ficção científica que prende a atenção do início ao fim.
lacos
Turma da Mônica: Laços
Os irmãos Vitor e Lu Caffagi (os autores e desenhistas) conseguiram fazer aqui uma obra simples e emocionante sobre a importância da amizade. Com o desaparecimento do Floquinho, a Turma da Mônica parte numa jornada para encontrar o melhor amigo do Cebolinha, com direito a muitas referências a filmes clássicos e uma arte que emula inocência e nostalgia. Uma obra belíssima em todos os sentidos.
pavor
Chico Bento: Pavor Espaciar.
Essa é a obra da série mais recente e foi feita pelo Gustavo Duarte.
Na minha opinião a mais simples, leve e divertida das três. Em Pavor Espaciar, Chico Bento e seu primo Zé Lelé são abduzidos junto com a galinha Giserda e o porco Torresmo. O quadrinho é recheado de referências a cultura pop e têm diversas situações divertidas. É de arrancar risada mesmo.
Por fim, uma ótima notícia chegou essa semana, Sidney Gusman anunciou pelo Facebook que a última obra dessas primeira quatro edições da série vai ser lançada em Novembro e já tem nome, vai se chamar Piteco: Ingá.
Agora é só esperar. Ansiosos?

Dicas de quadrinhos ̵...

Até quem não costuma ler quadrinhos deve admitir que em algum momento da vida já deu uma lidinha ...
Leia Mais