Mostrando posts da categoria Tudo um Pouco

CABELO ROXO COM MELRO VIOLET DA KAMALEÃO COLOR (DO RUIVO AO ROXO)

Depois de muitos meses de transformação finalmente chegou o dia de ter o cabelo roxo! Foram 4 sessões de descoloração com um intervalo de pelo menos 1 mês entre elas. Para o tom do cabelo roxo, escolhi o tonalizante Melro Violet da Kamaleão Color.

do-ruivo-ao-roxo-cabelo-como-fazer-kamaleao-color cabelo-loiro-ao-roxo-transformacao-kamaleao-color

Durante as semanas de pausa entre casa descooração a minha missão era recuperar ao máximo os cabelos fragilizados, por isso foquei em máscaras reconstrutoras de marcas boas pro cabelo aguentar essa mudança radical. No meio do caminho ao longo desses meses de descoloração, surgiu a vontade de cortar e fazer um corte bem moderninho. Já não estava me identificando mais com o cabelo longo.

luciano-boy-cabelo-roxo

O Luciano Boy abraçou toda essa loucura e fez essa transformação do cabelo roxo da melhor maneira! No final o meu cabelo ficou íntegro e bem saudável apesar de todas as mudanças.

Dá o play pra conferir:

Adorei, adorei, adorei! O corte e a cor ficaram melhores do que eu imaginava. Me senti tão moderna! hahaha

Depois de mais de 6 anos de ruivo era hora de mudar e fiquei super feliz. :}

cabelo-roxo-kamaleao-color-merlo-violet-tonalizante

O Luciano Boy foi um querido durante essa transformação. Ele teve paciência de fazer esse processo lentamente para não danificar tanto os fios. Super indico pra quem quer cuidar da cor e do corte do cabelo!

♥ Homa Elite Salon: Avenida Rouxinol, 115 – Moema – São Paulo/SP
♥ Instagram do Luciano Boy
♥ Site do Luciano Boy

CABELO ROXO COM MELRO VIO...

Depois de muitos meses de transformação finalmente chegou o dia de ter o cabelo roxo! Foram 4 sess...
Leia Mais

A cultura do Japão além do que os turistas visitam

post-viagem-japao

Fonte: Flickr/davidgsteadman

Você já deve ter visto aqui no blog e no canal sobre a viagem ao Japão e as principais coisas para fazer por lá, afinal esse país é rico em atrações e cheio de lugares lindos e divertidos. Porém hoje vamos falar sobre algumas coisas que podem parecer um pouco incomuns aos turistas tradicionais ou até não tão atraentes a um primeiro olhar, mas que são muito populares entre os próprios japoneses e fazem parte da rotina de lazer e entretenimento desse povo.

Dentre essas atividades que eles gostam de fazer nas horas vagas, um dos programas favoritos dos japoneses é cantar em karaokês. Isso é levado tão a sério que faz com que o país possua a mais alta tecnologia em relação ao assunto: aparelhos supermodernos que elevam a dificuldade da brincadeira a um nível quase que profissional.

viagem-japao-dicas

Fonte: Flickr/DocChewbacca

Se você for ao Japão, não pode perder a oportunidade de ir a uma casa de Karaokê – e se sua desculpa para fugir dos palcos for a língua, pode arranjar outra, pois eles possuem um lineup recheado com os principais sucessos do mundo todo. Se a vergonha lhe impedir, apenas assistir aos outros cantando já garante a diversão da noite!

Falando em coisas para fazer a noite que os nativos adoram, dentre elas está jogar em casas de Pachinko. Se você acha que Macau é o único destino asiático para o entretenimento adulto, mesmo sendo o mais procurado por turistas e sede de muitos torneios, está enganado. Quem curte apostas pode experimentar esta paixão nacional que consiste em um dos jogos mais tradicionais do país, e é uma mistura de pinball com slot machine. As casas de Pachinko são comparáveis aos cassinos de Las Vegas, sendo que uma das maiores do Japão tem quatro andares e se chama Big Apple, e fica localizada no bairro de Akihabara, em Tóquio. Outro bairro para encontrar as casas de Pachinko é o Shinjuku.

viagem-japao-dicas-turismo

Fonte: Wikimedia

Um dos lugares irresistíveis para compras são os 100 Yen Shops, ou Hyaku yen shopu, em que você encontra literalmente tudo (cosméticos, snacks, utensílios de cozinha, itens de jardinagem e todo o tipo de bugiganga) e o melhor, por apenas 100 Yens (aproximadamente R$ 2,70)! Elas estão espalhadas pelo país e há diversas redes diferentes, como a Seria e a Daiso, que fazem muito sucesso por lá. Aliás, a Daiso está presente no Brasil também, fica a dica. Essas lojas  se assemelham às nossas de R$1,99, mas se destacam pela qualidade (mesmo!) e variedade dos produtos.

doces-comidas-japao-viagem

Fonte:Flickr/Andrea Schaffer

Outra coisa que se assemelha a algo que conhecemos, mas tem um toque especial são as Purikura, cabines de fotos instantâneas que são febre entre os jovens, nas quais é possível personalizar amplamente as imagens – sério, dá pra fazer de tudo com as ferramentas de edição e filtros disponíveis! Tudo bem que os aplicativos de celular fazem isso hoje em dia, mas é bem divertido tirar fotos dentro uma máquina, junto dos amigos e ainda imprimir sua foto na hora!

purikura-cabine-de-fotos-japao

Fonte:Flivckr/Laurent Neyssensas

Também é um belo jeito de registrar a sua passagem pelo país. Para usar essas cabines, que geralmente são temáticas, basta entrar, seguir as instruções da tela, fazer as poses (tem que ser ágil já que o intervalo entre os flashes é curto) e depois colocar fundos, textos, colagens…Fica bem legal!

Por fim, outra forma de mergulhar no universo e realidade dos japoneses é assistir a uma luta de sumô. Esse é um dos esportes mais famosos do país e tradição milenar japonesa. Algumas lutas podem parecer meio confusas quando você não é um local, mas, com certeza, esta será uma experiência diferente!

turismo-sumo-japao

Fonte: Flickr/Better Than Bacon

Este programa consiste em uma verdadeira imersão cultural, já que preserva os mesmos rituais e regras de quando surgiu; Porém, fora da época de campeonatos pode ser difícil encontrar uma luta para assistir, mas você pode acompanhar uma sessão de treino para ter um gostinho do esporte – a maioria das academias fica no bairro de Ryogoku.

O Japão possui uma rica e imensa riqueza cultural que vai além do óbvio – a tecnologia. Aqui, você pode descobrir o que há além do que chega aqui no ocidente. Caso tenha a sorte de visitar a terra do sol nascente em alguma oportunidade, não perca a chance de experimentar o Japão como um nativo!

A cultura do Japão além...

Fonte: Flickr/davidgsteadman Você já deve ter visto aqui no blog e no canal sobre a viagem ao Jap...
Leia Mais

Mudar muda tudo

Um post diferente, pra falar com vocês.

Aliás, vou mais do que falar com vocês.

Hoje vou colocar vocês na minha pele, pra falar de um assunto sério.

Mas primeiro preciso que vocês se concentrem comigo.

Respire fundo. Feche os olhos. Apure bem os sentidos.

Tá ouvindo? Tá sentindo? Percebeu alguma mudança?

Não né? É justamente disso que eu quero falar:

mudanças não acontecem se você não se mexer.

Talvez seja até por isso que muitas pessoas tenham medo delas.

Porque mudar dá trabalho, mudar é cansativo, mudar muda tudo.

mudar-muda-tudo

Mas quem disse que mudar não é bom?

Veja bem, já vivi experiências transformadoras na minha vida.

E todas vieram a partir de uma mudança.

Eu mudei de cidade. Aos 18 anos eu sai do interior do Rio de Janeiro e fui morar na maior metrópole do país.

Eu mudei a cor do meu cabelo. Pode parecer pouco, mas isso desencadeou a coragem para correr atrás do blog e gerar outra mudança que essa sim, foi bastante significativa.

Eu mudei de profissão. Larguei o emprego pra lá, e resolvi cuidar apenas do blog.

E se não fosse isso, talvez eu nem estaria aqui, escrevendo essas palavras no Umbigo Sem Fundo.

E sabe pra quê? Pra desencadear mais mudanças.

Porque imagina só: se mudar a cor do cabelo já me trouxe tantas coisas boas, sabe lá o que outras mudanças poderiam trazer?

Você pode até falar: “Mas Renata, você sempre acertou nas suas mudanças?”

Claro que não! Mas o importante é abraça-las sem medo.

Quem dera existisse um dispositivo que avisasse quando estamos fazendo a mudança certa.

O máximo que a gente consegue é um friozinho na espinha aqui, um estômago embrulhado ali e só.

Mas vá em frente. Porque se tem uma coisa que as mudanças me ensinaram é:

Os melhores dias podem estar fora da nossa zona de conforto.

E pra sair dela, é preciso mudar.

Mudar o estilo.

Mudar o cabelo.

Mudar a unha.

Mudar o sapato.

Mudar a casa.

Mudar o amor.

Mudar a ideia.

Mudar tudo.

Menos mudar nada.

Porque os ventos da mudança estão sempre soprando,

e ao invés de construir muros, é melhor fazer moinhos.

E aí, sentiu? :}

Mudar muda tudo

Um post diferente, pra falar com vocês. Aliás, vou mais do que falar com vocês. Hoje vou colocar ...
Leia Mais
300x250