Mostrando posts da categoria Livros e Quadrinhos

Dicas de quadrinhos – Começando com o pé direito

Alô alô umbigueiros de plantão, vamos falar sobre quadrinhos?

Acredito que no mundo existem dois tipos de pessoas: aqueles que gostam de quadrinhos e aqueles que nunca leram um bom exemplar.

Mas o que mantém essas pessoas longe dos quadrinhos? Preconceito, ignorância, preguiça, tudo isso e mais um pouco?

Eu tenho um palpite e é algo que costuma ser o terror daqueles que querem começar: a cronologia.

 Existem histórias que precisa de um certo entendimento da vida pregressa do personagem, ou seja, a cronologia (e olha que algumas parecem ser infinitas). Isso acontece muito com os super-heróis, pra quem não tem paciência, uma simples leitura pode virar uma bagunça.

Por isso, para tentar dar um basta nisso, vamos dar dicas de quadrinhos para quem quer começar a ler e literalmente está cagando para a cronologia, uma leitura com começo, meio e fim.

Mas para não ir com muita sede ao pote, vamos começar com três:

Umbigo sem fundo

umbigocom arte

Pois é, você deve estar pensando: “Ué, mas esse é o nome do blog”, bingo!

Além de ser o quadrinho que deu origem ao nome deste humilde blog (deu pra perceber o quanto gostamos dele né?), ele é uma ótima leitura pra quem quer começar a ler quadrinhos. Escrito e desenhado por Dash Shaw a história começa quando todos os filhos de uma família são reunidos para receber um aviso dos pais: depois de muitos anos de casados eles vão se separar. A notícia cai como uma bomba na família, por quê depois de tanto tempo eles vão se separar? Esse quadrinho mostra uma família disfuncional e extremamente crível, com sacadas divertidíssimas como o filho com cara de sapo, um artifício que o autor usou para mostrar o deslocamento dele perante a família. Um quadrinho simples, que fala muito sobre a vida de um jeito emocionante.

Maus

mauscomarte

Sabe Maus? Nunca ouviu falar? Pois eu não sei o que você está esperando para ler. Maus é um dos quadrinhos mais aclamados de todos os tempos e já recebeu até o prêmio Pulitzer. Quer mais? Maus foi escrito pelo quadrinista Art Spiegelman e conta a história do pai dele, no passado e no presente, um judeu que sentiu na pele os horrores da 2ª guerra mundial e que até hoje mantêm manias e traumas daquela época que mudou a vida dele pra sempre. Em Maus, o autor usa do antropomorfismo (palavra difícil né?) para dividir os personagens: os nazistas são gatos, os judeus são ratos, os poloneses são porcos e os americanos são cachorros. Um relato incisivo e emocionante da 2ª guerra mundial.

Retalhos

retalhoscomarte

Esse é um de dois quadrinhos que vamos indicar do mesmo autor, o Craig Thompson. O cara é um mestre. Através de um traço super fluído ele conta a história de ninguém menos que ele mesmo. Criado numa família extremamente religiosa, nesse quadrinho ele mostra o amadurecimento pelo qual passou na época da adolescência, descobrindo e vivendo um amor à distância arrebatador, e além disso começando a questionar sua própria religião. Um quadrinho crítico e emocionante, uma leitura imperdível.

E aí, já leu algum desses? Tem alguma dica para os próximos posts?

Conta aí pra gente.

Dicas de quadrinhos ̵...

Alô alô umbigueiros de plantão, vamos falar sobre quadrinhos? Acredito que no mundo existem dois ...
Leia Mais

Compras e Achados no 6º Mercado de Pulgas de São Paulo

Dia 17 de agosto aconteceu em São Paulo o 6º Mercado de Pulgas. O evento reuniu colecionadores, editoras e lojas de quadrinhos e foi organizado pelo Guia dos Quadrinhos, o acervo digital de capas de obras publicadas no Brasil. Além da venda e troca de materiais (quadrinhos, livros, dvds e action figures) o evento também contou com várias palestras e quiz.

livrosvendidos

Lá era possível encontrar quadrinhos novos, antigos, raros e internacionais. Muitos amantes de quadrinhos reunidos num mesmo lugar! Teve um vendedor em especial que estava com muita coisa a venda que disse o seguinte “Tudo o que eu tenho a venda aqui eu tenho igual lá em casa”.  =O

Após algumas horas, saímos de lá com algumas boas aquisições.

hqs

Lanterna Verde e Arqueiro Verde vol.2 – Escrita por Dennis O’Neil e ilustrada por Neal Adams, esse volume foi publicado pela Panini e é uma continuação da série Grandes Clássicos DC, que infelizmente é muito difícil encontrar o primeiro volume. A história segue com o Lanterna Verde e Arqueiro Verde pelos Estados Unidos, mostrando sobre as mazelas sociais da época, incluindo a clássica história onde o Arqueiro Verde descobre que o seu parceiro mirim está usando drogas, considerada por alguns o ponto de virada da Era de Prata para a Era de Bronze dos quadrinhos.

O invencível Homem de Ferro. Extremis. – Escrita por Warren Ellis (um dos meus escritores favoritos!) e ilustrada por Adi Granov, esse volume foi um dos que inspiraram o filme Homem de Ferro 3. Warren Ellis domina a ficção científica nos quadrinhos como poucos e nesse volume ele mostra que Tony Stark é o Homem de Ferro, muito além da armadura, com conseqüências significativas para o futuro do personagem.

Justiceiro. Bem-vindo de volta, Frank! – Escrita por Garth Ennis e ilustrada por seu constante parceiro Steve Dillon (juntos fizeram Preacher, entre outros) esse volume conta a história de retorno de Frank Castle ao Universo Marvel enfrentado o grupo mafioso liderado por Mama Gnucci e o surgimento de justiceiros inspirados no próprio Frank Castle. Bem vindo de volta, Frank! é recheado de passagens cômicas, com bastante sangue e violência. Essa obra precede o Justiceiro do selo Max aclamado por público e crítica, também feita pela dupla Ennis/Dillon.

Capitão América Operação Renascimento. – Escrita por Mark Waid e Ilustrada por Ron Garney, aqui o Sentinela da liberdade enfrenta ninguém menos que Adolf Hitler (mais uma vez) entre outros, tendo que ajudar seu arqui-inimigo o Caveira Vermelha.

Dr. Estranho Shamballa. – Stephen Strange resolve voltar depois de sete anos para o lugar onde encontrou pela primeira vez o seu mestre e lá recebe uma estranha caixa que pode acabar tanto com ele como com o próprio mundo. Escrita por J. M. DeMatteis e ilustrada por Dan Green e publicada pela editora Abril.

A Sensacional Mulher-Hulk. – Uma história divertidíssima escrita e desenhada pelo mestre John Byrne, onde um dia de folga da Mulher-Hulk se transforma em uma dor de cabeça com ela sendo levada pela SHIELD sofrendo desde assédio sexual até o ataque de baratas. Aqui podemos ver pancadaria, e claro, todo o carisma e a personalidade forte da Mulher-Hulk.

Demolidor Amor e Guerra. – Escrita por Frank Miller (antes de ficar gagá) e com ilustrações incríveis de Bill Sienkiewicz (a mesma dupla de Elektra Assassina). Nesse quadrinho, ao contrário do que diz o título, o personagem principal é o Rei do Crime e sua frustrada tentativa de recuperar as faculdades mentais de sua amada Vanessa. Uma obra belíssima em todos os aspectos.

Os próprios Deuses. – Escrito por Isaac Asimov e, como todas as suas obras, uma história de ficção científica que promete ser genial pois foi eleita pelo próprio Asimov como sua obra preferida. Contada em 3 partes distintas, com diferentes narrativas que, ao final, conectam trama.

Alguém também foi no Mercado de Pulgas? Compartilha as aquisições com a gente :}

Compras e Achados no 6º ...

Dia 17 de agosto aconteceu em São Paulo o 6º Mercado de Pulgas. O evento reuniu colecionadores, ed...
Leia Mais