Mostrando posts da categoria Beleza

Resenha: Shampoo a seco Nick & Vick

A Nick & Vick foi uma das marcas que conheci esse ano na Beauty Fair.

A empresa começou com importação de marcas como John Frieda e Organix. Em 2013 criou sua própria marca, a Nick & Vick.

Recebi esse shampoo a seco da marca para testar e até então pra falar que não tinha usado nada da marca eu usei uma amostrinha de hidratante corporal que recebi na feira (da linha de cranberry, fragrância show!). Mas nada que eu conseguisse usar por um período maior para testes.

shampoo-a-seco-nick-vick-nutri-hair-hortela

resenha-shampoo-a-seco-nick-vick

resenha-shampoo-a-seco-nick-e-vick

A embalagem é como estamos acostumadas a ver os shampoos a seco: uma latinha com 200ml e com válvula spray.

A fragrância do shampoo é bem refrescante, uma mistura de hortelã e melissa, tem cheirinho de chá.

As instruções também são aquelas que as adeptas a shampoo a seco já conhecem: aplicar no cabelo sujo, concentrar na raiz, esperar uns minutinhos para os fios absorverem o produto e retirar o excesso com uma toalha ou com auxílio de uma escova.

Com a escova eu recomendo um cuidado pois dependendo da quantidade de produto que você aplicar e se você não esperar o tempo suficiente pros fios absorverem boa parte do produto, isso pode resultado em uma escova toda branca e você terá que lavá-la com mais frequência.

Uma coisa que eu achei sensacional nesse shampoo a seco foi a sensação que ele deixou. Normalmente os shampoos a seco que eu tô acostumada a usar, na hora da aplicação a lata do produto fica bem gelada por conta de alguma reação química, mas com esse produto o meu couro cabeludo foi o alvo e ficou suuuuuper geladinho, não é aquela sensação de refrescância, era gelado mesmo, até mesmo ao toque dava pra sentir a temperatura.

antes-depois-resenha-shampoo-a-seco-nick-e-vick

Achei essa a parte mais louca e diferentosa do produto, de resto é bem parecido com os outros shampoos a seco. Cumpre seu papel direitinho e remove todo o óleo dos fios, o cabelo fica mais leve e maleável, sem nenhum resíduo de produto (claro que você tem que remover bem).

Recomendo muito para quem tem cabelo fino usar quando quiser texturizar os fios e fazer algum tipo de penteado, ele dá uma encorpada nos fios.

O shampoo a seco da Nick & Vick custa R$35,50 e tem pra vender na loja virtual da marca. É um pouquinho mais caro que a média, né?

Resenha: Shampoo a seco N...

A Nick & Vick foi uma das marcas que conheci esse ano na Beauty Fair. A empresa começou com imp...
Leia Mais

Dica para ruivas: Como pintar o cabelo em casa – Ruivo Acobreado – Retocar a raiz e tonalizar o comprimento

Quando você fica ruiva uma pergunta se torna super normal na sua vida: “Qual cor de tinta você tá usando?”

Sério, perguntam muito! E por isso resolvi fazer um vídeo bem explicadinho de como pintar o cabelo em casa, mostrando o esquema que eu faço de retocar a raiz e tonalizar o comprimento.

cover-como-pintar-o-cabelo-em-casa-ruivo-acobreado-natural-alaranjado-igora-c-kamura-conhaque

Atualmente uso a Igora 8-77+ox de 20 na raiz e tonalizo o comprimento com tonalizante C. Kamura Conhaque.

Expliquei tudinho no vídeo e também respondi algumas dúvidas que as pessoas normalmente tem em questão de coloração de cabelos.

Dá o play!

E como prometido algumas fotos de antes e depois:

antes-coloracao-ruivo-acobreado-igora-8-77-tonalizante-c-kamura-conhaque

Antes

depois-igora-8-77-como-pintar-o-cabelo-em-casa-ruiva-acobreado-loiro-

Depois

como-pintar-o-cabelo-em-casa-ruivo-acobreado-alaranjado-loiro-laranja-igora-877

resenha-igora-8-77-loiro-ruivo-acobreado-alaranjado-resultado-pintar-cabelo-em-casa

dicas-para-ruivas-como-pintar-o-cabelo-em-casa

Fotos com Luz Natural

A melhor coisa que fiz foi começar com esse esquema, danifica bem menos os fios e consigo uma cor que eu curto!

Como já falei milhões de vezes no vídeo, posts e em tudo quanto é canto: façam teste de mecha sempre, sempre e sempre! É o que vai impedir de você fazer besteira no cabelo todo e ter uma prévia de como seu cabelo reagirá a uma coloração.

Misturinha utilizada:

– 1/2 tubo de Igora 8-77

– 60 ml de Ox de 20 volumes

– 2/3 de tubo de C. Kamura Conhaque

– Creme Yamasterol

Espero que vocês tenham curtido o vídeo e que tenha sido útil pra alguém \o/

Qualquer dúvida é só deixar um comentário ou enviar um e-mail para: contato@umbigosemfundo.com.br

Já adianto que eu não sou especialista, viu? Mas acho que a saga do ruivo perfeito dos seus sonhos é tão difícil que as ruivas precisam se ajudar e compartilhar conhecimentos :}

Dica para ruivas: Como pi...

Quando você fica ruiva uma pergunta se torna super normal na sua vida: “Qual cor de tinta voc...
Leia Mais

Resenha: Blush HD em creme da E.L.F.

Sou viciada em maquiagem e mesmo assim ainda existem muuuitos tipos de produtos que ainda não testei. Um deles era blush em creme, nunca tinha testado um produto com essa textura e minha primeira experiência foi com o blush HD da E.L.F.

A Smacks me enviou o blush na cor Headliner, que é um rosa clarinho com um toque de dourado.

resenha-blush-hd-elf-cosmetics-maquiagem

resenha-blush-em-creme-como-usar

blush-em-creme-como-usar-aplicar-resenha

Logo quando recebi eu fiquei meio decepcionada com o tamanho, é uma embalegm bem pequeninha – pensava que seria um tiquinho menor que uma base mas na verdade é beem menor.

Mas depois que eu fiz o teste no dorso da minha mão tudo fez sentido em relação ao tamanho: o blush é MEGA pigmentado. Do tipo que nem precisa de um pump inteiro, pelo contrário, um pump inteiro daria para aplicar umas 4 vezes.

Fotos de 1 pump (concentrado, um pouco espalhado e mais espalhado):

resenha-blush-em-creme-elf-onde-comprar

resenha-blush-hd-elf-headliner

swatch-resenha-blush-hd-elf-headliner

Então depois que a decepção do tamanho foi resolvida e a descoberta da pigmentação feita, foi a hora de testar na pele.

É um creme leve que não fica oleoso na pele. Seca bem rápido então é interessante fazer uma bochecha de cada vez pra nada ficar marcado. Não tem cheiro e se você aplicar com os dedos, no final nada fica oleoso mas seus dedos ficarão com microbrilhos dourados.

Não sei bem qual seria a maneira correta de aplicar um blush em creme – na verdade a maneira correta é a maneira que você se adapte, né. No meu caso eu fiz o seguinte os os dedos apliquei nas bochecas e fui dando batidinhas de leve, daí eu senti que ainda ficou um pouco marcado então com um pincel chanfrado para blush eu esfumei bem e consegui o efeito desejado.

maquiagem-resenha-blush-hd-headliner-da-elf

blush-hd-headliner-da-elf-resenha

swatch-resenha-blush-em-creme-elf-headliner

resenha-blush-hd-headliner-elf-maquiagem

Não gosto de blush marcado, nem muito aparente. Gosto de uma coisa beeeem levinha mesmo e adorei o resultado desse blush na pele! Deu uma leve rosadinha nas bochechas e mesmo por se tratar de um blush em creme não deixou minha pele oleosa e nem marcou os poros (um problema que pode acontecer com produtos em creme e pele com poros dilatados).

Claro que se você curtir blush mais marcado ou quiser fazer umas sessões de fotos é bacana dar uma caprichada na make, daí é só esfumar menos. O legal é que ele tem efeito HD então é ótimo para fotos.

Durabilidade jóia, o produto realmente de adapta a pele e nem parece que você tá usando nada. Minha pele é oleosa e não ficou chateada por usar um blush em creme, não gerou mais oleosidade que o normal.

O blush Hd possui 5 cores e tem pra vender lá na Smacks por R$24,90. Leitora do blog tem 10% de desconto, basta usar o cupom “umbigosemfundo

Resenha: Blush HD em crem...

Sou viciada em maquiagem e mesmo assim ainda existem muuuitos tipos de produtos que ainda não teste...
Leia Mais