Mostrando posts da categoria Beleza

Dica para ruivas: Como pintar o cabelo em casa – Ruivo Acobreado – Retocar a raiz e tonalizar o comprimento

Quando você fica ruiva uma pergunta se torna super normal na sua vida: “Qual cor de tinta você tá usando?”

Sério, perguntam muito! E por isso resolvi fazer um vídeo bem explicadinho de como pintar o cabelo em casa, mostrando o esquema que eu faço de retocar a raiz e tonalizar o comprimento.

cover-como-pintar-o-cabelo-em-casa-ruivo-acobreado-natural-alaranjado-igora-c-kamura-conhaque

Atualmente uso a Igora 8-77+ox de 20 na raiz e tonalizo o comprimento com tonalizante C. Kamura Conhaque.

Expliquei tudinho no vídeo e também respondi algumas dúvidas que as pessoas normalmente tem em questão de coloração de cabelos.

Dá o play!

E como prometido algumas fotos de antes e depois:

antes-coloracao-ruivo-acobreado-igora-8-77-tonalizante-c-kamura-conhaque

Antes

depois-igora-8-77-como-pintar-o-cabelo-em-casa-ruiva-acobreado-loiro-

Depois

como-pintar-o-cabelo-em-casa-ruivo-acobreado-alaranjado-loiro-laranja-igora-877

resenha-igora-8-77-loiro-ruivo-acobreado-alaranjado-resultado-pintar-cabelo-em-casa

dicas-para-ruivas-como-pintar-o-cabelo-em-casa

Fotos com Luz Natural

A melhor coisa que fiz foi começar com esse esquema, danifica bem menos os fios e consigo uma cor que eu curto!

Como já falei milhões de vezes no vídeo, posts e em tudo quanto é canto: façam teste de mecha sempre, sempre e sempre! É o que vai impedir de você fazer besteira no cabelo todo e ter uma prévia de como seu cabelo reagirá a uma coloração.

Misturinha utilizada:

– 1/2 tubo de Igora 8-77

– 60 ml de Ox de 20 volumes

– 2/3 de tubo de C. Kamura Conhaque

– Creme Yamasterol

Espero que vocês tenham curtido o vídeo e que tenha sido útil pra alguém \o/

Qualquer dúvida é só deixar um comentário ou enviar um e-mail para: contato@umbigosemfundo.com.br

Já adianto que eu não sou especialista, viu? Mas acho que a saga do ruivo perfeito dos seus sonhos é tão difícil que as ruivas precisam se ajudar e compartilhar conhecimentos :}

Dica para ruivas: Como pi...

Quando você fica ruiva uma pergunta se torna super normal na sua vida: “Qual cor de tinta voc...
Leia Mais

Resenha: Blush HD em creme da E.L.F.

Sou viciada em maquiagem e mesmo assim ainda existem muuuitos tipos de produtos que ainda não testei. Um deles era blush em creme, nunca tinha testado um produto com essa textura e minha primeira experiência foi com o blush HD da E.L.F.

A Smacks me enviou o blush na cor Headliner, que é um rosa clarinho com um toque de dourado.

resenha-blush-hd-elf-cosmetics-maquiagem

resenha-blush-em-creme-como-usar

blush-em-creme-como-usar-aplicar-resenha

Logo quando recebi eu fiquei meio decepcionada com o tamanho, é uma embalegm bem pequeninha – pensava que seria um tiquinho menor que uma base mas na verdade é beem menor.

Mas depois que eu fiz o teste no dorso da minha mão tudo fez sentido em relação ao tamanho: o blush é MEGA pigmentado. Do tipo que nem precisa de um pump inteiro, pelo contrário, um pump inteiro daria para aplicar umas 4 vezes.

Fotos de 1 pump (concentrado, um pouco espalhado e mais espalhado):

resenha-blush-em-creme-elf-onde-comprar

resenha-blush-hd-elf-headliner

swatch-resenha-blush-hd-elf-headliner

Então depois que a decepção do tamanho foi resolvida e a descoberta da pigmentação feita, foi a hora de testar na pele.

É um creme leve que não fica oleoso na pele. Seca bem rápido então é interessante fazer uma bochecha de cada vez pra nada ficar marcado. Não tem cheiro e se você aplicar com os dedos, no final nada fica oleoso mas seus dedos ficarão com microbrilhos dourados.

Não sei bem qual seria a maneira correta de aplicar um blush em creme – na verdade a maneira correta é a maneira que você se adapte, né. No meu caso eu fiz o seguinte os os dedos apliquei nas bochecas e fui dando batidinhas de leve, daí eu senti que ainda ficou um pouco marcado então com um pincel chanfrado para blush eu esfumei bem e consegui o efeito desejado.

maquiagem-resenha-blush-hd-headliner-da-elf

blush-hd-headliner-da-elf-resenha

swatch-resenha-blush-em-creme-elf-headliner

resenha-blush-hd-headliner-elf-maquiagem

Não gosto de blush marcado, nem muito aparente. Gosto de uma coisa beeeem levinha mesmo e adorei o resultado desse blush na pele! Deu uma leve rosadinha nas bochechas e mesmo por se tratar de um blush em creme não deixou minha pele oleosa e nem marcou os poros (um problema que pode acontecer com produtos em creme e pele com poros dilatados).

Claro que se você curtir blush mais marcado ou quiser fazer umas sessões de fotos é bacana dar uma caprichada na make, daí é só esfumar menos. O legal é que ele tem efeito HD então é ótimo para fotos.

Durabilidade jóia, o produto realmente de adapta a pele e nem parece que você tá usando nada. Minha pele é oleosa e não ficou chateada por usar um blush em creme, não gerou mais oleosidade que o normal.

O blush Hd possui 5 cores e tem pra vender lá na Smacks por R$24,90. Leitora do blog tem 10% de desconto, basta usar o cupom “umbigosemfundo

Resenha: Blush HD em crem...

Sou viciada em maquiagem e mesmo assim ainda existem muuuitos tipos de produtos que ainda não teste...
Leia Mais

Resenha: Batom Russian Red da MAC

Acho que todo o batom vermelho bom merece um post só dele. Por isso o Russian Red da MAC terá um post exclusivo para que eu possa expressar todo o meu amor.

O Russian Red não é nenhuma novidade, ele faz parte da linha permanente da marca mas demorou algum tempo para eu comprar o meu.

batom-vermelho-matte-mac-resenha-russian-red-onde-comprar

russian-red-resenha-maquiagem-mac-batom-matte

resenha-batom-vermelho-matte-mac-russian-red

Até então meu coração batia forte pelo Ruby Woo, o batom vermelho best-seller da marca que tem acabamento retro matte, ou seja, mais seco que o deserto do Saara. O Ruby Woo é bastante seco e é difícil até para aplicar mas é claro que essa secura toda contribui para que a durabilidade dele seja bem maior comparado a outros tipos de acabamentos.

Já o Russian Red tem o acabamento matte, ele é beem sequinho porém é fácil de aplicar, desliza bem nos lábios e é confortável de usar. Na minha opinião dura tanto quanto o Ruby Woo com o diferencial de não deixar os lábios tão “ressecados”.

ruby-woo-russian-red-resenha-batom-vermelho-mac-matte

comparacao-batom-mac-russian-red-ruby-woo

Dá pra ver na comparação que o Russian Red é um tico mais fechado, tem uma cor mais intensa. Na bala também dá pra ver que ele não é tão opaco quando o Ruby Woo. Depois que comprei o bendito (em abril desse ano) uso assiduamente.

Eu particularmente adoro o cheiro dos batons da MAC, não sei bem explicar mas tem uma coisa que me lembra chocolate, hihihihi.

resenha-batom-matte-russian-red-mac

batom-vermelho-mac-russian-red-resenha

resenha-batom-vermelho-acabamento-matte-russian-red-mac

resenha-batom-russian-red-mac-cosmetics-vermelhos-matte

resenha-maquiagem-russian-red-batom-vermelho-matte-seco-mac

swatch-resenha-batom-vermelho-matte-mac-russian-red

A durabilidade dele é muito boa, consigo ficar horas e horas sem retoques, coisa de 5-6 horas com a cor digna.

Custa R$66 e dá pra comprar no site da MAC e também nas lojas físicas da marca.

Resenha: Batom Russian Re...

Acho que todo o batom vermelho bom merece um post só dele. Por isso o Russian Red da MAC terá um p...
Leia Mais